Após cobrança, MAPA sinaliza inclusão de revendedores de insumos agropecuários no Plano Agrícola e Pecuário



O Conselho Estadual das Associações das Revendas de Produtos Agropecuários do Estado de Mato Grosso (Cearpa-MT) e a Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (Andav) cobraram do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a inclusão do segmento nas operações de custeio rural previstas no Plano Agrícola e Pecuário para que sejam repassados aos produtores rurais.

O diretor do Cearpa, Gianpablo Andrade de Melo, oficializou o pedido por meio de uma carta entregue ao secretário nacional de Política Agrícola, Neri Geller, durante o Show Safra BR 163, realizado pela Fundação Rio Verde, em Lucas do Rio Verde, na tarde desta quinta-feira.

Segundo Gianpablo, há muito tempo o setor reivindica melhorias nas condições de acesso ao crédito, já que não é contemplado com os benefícios na captação de recursos equalizados pelo Governo Federal. No documento, o setor pede a inclusão entre os beneficiários nas operações de custeio a taxa efetiva de juros de até 12,75% ao ano e ainda a garantia de que esses recursos serão repassados integralmente aos produtores rurais pela mesma taxa de captação.

"A cadeia de distribuição de insumos é um agente importante na distribuição de crédito, mas bancando as operações de financiamento com recursos próprios, que são limitados e sem condições de acompanhar o crescimento da demanda. A inclusão do nosso setor vai viabilizar o financiamento de produtores rurais para o plantio da safra. Queremos de fato colaborar com construção do Plano Agrícola e Pecuário 2017/18 e o Mapa se mostrou aberto ao diálogo", afirmou o diretor.

Além de solicitar a inclusão entre os beneficiários em operações de custeio rural, a Andav e o Cearpa MT também pedem a criação do planejamento do Plano Agrícola e Pecuário para os próximos cinco anos; o desenvolvimento de Seguro Agrícola com Zoneamento Agroclimático adequado; ajuste da política de apoio à comercialização; garantia da manutenção tributária atual do setor, entre outros.

O secretário nacional de Política Agrícola, Neri Geller, afirmou que não vê dificuldades na inclusão do setor e ressaltou a importância desta cadeia para o agronegócio. "As revendas foram e são extremamente importantes no contexto do desenvolvimento do Centro Oeste, principalmente. A reivindicação da Andav e do Cearpa é justa e eles serão incorporados ao Ministério. Dentro do possível vamos trabalhar para atendê-los", afirmou o secretário de Política Agrícola, que conduziu o debate que reuniu diversas entidades do setor.

A elaboração do Plano Agrícola e Pecuário ocorre entre os meses de janeiro e junho, com aplicação a partir de agosto de cada ano. Atualmente, estão em execução R$ 183 bilhões do Plano lançado em 2016. De acordo com o Mapa, esses recursos seguem sendo liberados até 30 de junho deste ano. Para o plano que começa a ser definido ainda não há previsão, pois o Mapa depende das instituições financeiras, conforme informou o secretário.


Tema: INSUMOS
Fonte: Pauta Pronta Comunicação Corporativa
Notícia publicada por: CEARPA MT
27/03/2017 12:37:41




© CEARPA MT - Todos os direitos reservados.
Conselho Estadual das Associações de Revendas de Produtos Agropecuários do Mato Grosso
Av. Miguel Sutil, 8000, Sala 1404 - Ed. Sta Rosa Tower
Santa Rosa - Cuiabá - MT

Desenvolvedor George Cavalcante (66) 9609-6563